A Prefeitura Municipal de Bragança por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social e da Coordenação da proteção Social Básica, realizou na manhã desta segunda-feira (11 de janeiro de 2021) o retorno das atividades do Projeto do Judô, como ferramenta educacional para a inclusão dos usuários dos referidos Centros de Referência de Assistência Social, que envolve os CRAS do município, que estão localizados: CRAS Sapucaia (Taíra), CRAS Ajuruteua (Vila Sinhá), CRAS Marujada (Alegre) e CRAS Caeté (Aldeia).
A fim de alcançar resultados positivos em níveis sociais, desportivos e educacionais, este trabalho de inclusão social por meio do esporte, pretende descrever a importância e a possibilidade de crianças e adolescentes, sejam elas especiais ou não, através do esporte, mais precisamente o judô, por meio da parceria da Academia de Judô Mascote, localizada na rua João Alfredo (centro), onde 40 crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), participam do momento de aula e ouvindo atentamente os ensinamentos do professor de judô, SENSEI JONH ANDRADE e sua equipe, obedecendo às adequações estabelecidas pelo protocolo de segurança, que ministra às aulas, segundas e quarta feiras no horário de 8h às 11h.
A participação em atividades esportivas ajuda às crianças e adolescentes a se encontrarem e desenvolverem-se como um ser social, graças ao empenho da Gestora da Secretaria de Trabalho e Promoção Social Eliena Ramalho e sua Equipe Técnica.
Segundo o Sensei Jonh Andrade “Em tempo de pandemia e isolamento social, abrimos as portas com turmas reduzidas, rodízio de alunos e medidas de higiene, o mundo esportivo viu-se obrigado a reinventar-se para que pudessem ser retomadas às atividades presenciais no município”, declarou.

{gallery}2021/jan/semtraps/12/01{/gallery}
ASCOM/SEMTRAPS.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

plugins premium WordPress