Conforme publicado pela Prefeitura de Bragança, através da Secretaria de Administração, o Decreto Municipal 090-A/2017, do dia 27 de Março, que fica em vigor até o dia 15 de abril, proíbe a saída do pescado do município durante a semana santa, prioritariamente serão abastecidos os mercados da cidade e das vilas, o excedente será liberado para a exportação.

A Secretaria Municipal de Economia e Pesca em parceria com Adepará (Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Pará), EMATER (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará), SEDAP (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca), Guarda Civil Municipal, DEMUTRAN (Departamento Municipal de Trânsito), Polícia Militar, Bombeiros, Departamento de Tributos, Vigilância Sanitária e SEMEP (Sindicato dos Produtores Rurais de Bragança) fecharam a programação para a realização da Feira do Pescado 2017.

A Feira será realizada nos dias 12 e 13 de abril (quarta e quinta), no espaço onde funciona a Feira da Agricultura Familiar (centro), a partir das 7h, com o objetivo de suprir a demanda deste período e garantir pescado de boa qualidade e preço acessível para a população.

Segundo o secretario de pesca, Eloy de Araújo, os produtos comercializados serão peixes de cativeiro de produtores locais, camarões regionais, caranguejos in natura e beneficiados pela empresa Filé do Mangue (Vila do Treme) e ostras de Nova Olinda (Augusto Correa), em parceria com a Agromar.

A fiscalização em Bragança, sobre a saída do pescado do Estado durante a Semana Santa, será reforçada pela Adepará.

 “A medida visa atender ao decreto estadual n° 1.729 proibindo a saída do peixe fresco e resfriado para outros estados e vigora entre os dias 27 de março e 14 de abril”, afirmou o médico veterinário do órgão, Benedito Amorim.

ASCOM -PMB

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

 

Skip to content