Projeto social do judô.

Projeto social do judô da Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social através dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) realiza aulas para crianças e adolescentes (SCFV) do município seguindo os protocolos de segurança.

Prefeitura Municipal de Bragança por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social (SEMTRAPS), através da Coordenação da Proteção Social Básica realiza todas às segundas e quartas feiras das 8h às 11h, as atividades do Projeto Social do Judô, desenvolvido pelo Programa do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que envolvem os quatro Centros de Referência de Assistência social do Município: CRAS Ajuruteua (Vila Sinhá), CRAS Marujada(Alegre), CRAS Caeté (Aldeia) e CRAS Sapucaia (Taira).

O programa é uma forma de intervenção social planejada que estimula e orienta os participantes ao fortalecimento das relações familiares e comunitárias, bem como busca promover a integração, interação e a troca de experiências entre os participantes.

O professor de judô Sensei Jonh Andrade e sua equipe da Academia de Judô Mascote, revelou e afirmou que a disciplina é uma das características fundamentais a efetiva prática do Judô. Além disso, a modalidade melhora as condições físicas e de saúde dos alunos, e ainda eleva a qualidade de vida em todos os aspectos, incluindo os valores morais e sociais, como respeito, ética, inclusão, socialização.

O objetivo, segundo a Secretária Municipal de Assistência Social Eliena Ramalho “É realizações assistenciais que possam promover o bem-estar social de crianças e adolescentes do município”.

ASCOM/PMB.

 

Skip to content