A Prefeitura Municipal de Bragança por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social sob a Coordenação do Conselho Municipal do Idoso (CMI), realizou na manhã e tarde desta sexta-feira (05), na sede social do Lions Club a III Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, com a temática “Os direitos de envelhecer no século XXI e o papel das Políticas Públicas”.
Após o credenciamento de delegados e participantes, um   café da manhã foi servido aos presentes. O evento foi conduzido pela Presidente do Conselho Municipal do Idoso, Jandira Maria Gasperin com a entrada do Pavilhão Nacional pelo Grupo da Melhor Idade dos CRAS do município, seguido da execução do Hinos Nacional.  Na ocasião, houve a leitura e aprovação do regimento interno da Conferência, seguido pela palestra Magna.
Participaram da cerimônia de abertura,  o Prefeito Municipal Raimundo Nonato de Oliveira, Vice Prefeito e Secretário de Saúde Mário Ribeiro Junior, Presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa Jandira Maria Gasperin, Assessora da Secretaria de Promoção Social Daniely Pires que representou a Secretária de Promoção Social Eliena Ramalho, presidente do Conselho da Pessoa Idosa de Belém Gregory Sanches, Membro da diretoria da Associação Brasileira de Alzheimer Alba Lúcia Tocantins Álvares (Seção Pará) e Terezinha Monteiro da Silva (Comunidade do Bacuriteua) representou o Grupo da Melhor Idade.
Ana Maria Cunha, proferiu palestra sobre os direitos fundamentais na construção/ efetivação das Políticas Públicas na garantia dos direitos da pessoa idosa.
Diante dos desafios do crescente envelhecimento da população brasileira no século XXI, representações do Poder Público e Sociedade Civil, participaram das propostas estabelecidas na Conferência, que além de avaliar, discutir e propor medidas que garantam os direitos fundamentais da pessoa idosa, como saúde, assistência social, previdência, moradia, transporte, acessibilidade, cultura e lazer, para isso foi necessário que os grupos avaliassem os quatros eixos em debate: 1.Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas. 2.Educação: Assegurando Direitos e Emancipação Humana. 3.Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa. 4.Os Conselhos de Direitos: Seu Papel na efetivação no Controle Social na Geração e Implementação das Políticas Públicas.
Pela parte da tarde aconteceram as discussões em grupo e elaborações das propostas, seguida da eleição dos delegados para a Conferência Estadual, sendo aprovados seis integrantes da Sociedade Civil e quatro membros do Poder Público, contou ainda com exposições de artesanato local pelos membros do Mãos Habilidosas. Para a aposentada Maria da Conceição da Silva Couto (64 anos) “É importante porque podemos observar e apresentar sugestões para a saúde e outras áreas que atendam a pessoa idosa, é muito bom” comentou.
O Vice Presidente da Câmara Municipal de Bragança  Elder José dos Santos Silva e do Vereador Rivaldo do Socorro Miranda Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara prestigiaram o evento, Secretário de Gabinete do Prefeito Marco Antônio de Oliveira, além dos  usuários dos CRAS do município, Coordenadores dos CRAS, CREAS, Centro POP, POP Rua, Bolsa Família, Presidentes dos Conselhos Municipais, Representantes do Hospital Santo Antônio Maria Zaccarias, Fundação SOS Vida, Pastoral da Pessoa Idosa, Clube da Melhor Idade, SEMED, SEMUSB, SEMMA  e SEMAD e o Público em Geral.
{gallery}2019/conteudo/artigo/semtraps/04/06/01{/gallery}
 
ASCOM SEMTRAPS.
Unidos para fazer o melhor.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

 

Skip to content