Educação escolar quilombola.

Prefeitura de Bragança realiza 5° Roda de Conversa para tratar sobre a implementação da educação escolar quilombola, por meio da coordenação de Relações Étnicos-raciais da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

O encontro realizado na sexta-feira, 20, pela SEMED, com o apoio da Associação do Quilombo do América (AQUIA), ocorre pela quinta vez, visando estabelecer um diálogo produtivo entre a rede de ensino municipal e os moradores do América, para que a educação escolar quilombola seja estabelecida na comunidade, de forma satisfatória. Para isso, os técnicos, professores e os moradores do América, incluindo pais de alunos e lideranças, conversaram mais uma vez sobre os costumes da comunidade, os quais serão inseridos na metodologia do ensino a ser implantado. A conversa transcorreu sobre costumes e tradições que deverão ser inseridos no contexto escolar das crianças do América. A programação encerrou com a palestra da professora Roseane Pinto, do campus de Bragança, da Universidade Federal do Pará (UFPA), que falou sobre o conceito de quilombo. Após a palestra, uma equipe da SEMED foi até a comunidade do América, visitar o morador mais antigo e ouvir seu relato de vida, para incluir nos itens que servirão de base para as diretrizes da educação escolar quilombola da comunidade. Além das informações fornecidas pelos moradores do América, a equipe da SEMED também está buscando referência bem sucedida de implantação da educação escolar quilombola registradas nos municípios de Castanhal e Tomé-Açú, onde a proposta foi estabelecida com sucesso.

-Ascom

 

Skip to content