Prefeitura Municipal de Bragança por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social e o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), realizou na tarde desta quinta-feira (30) em seu próprio Centro, localizado na rua Sete de Setembro, o encontro para discutir as Medidas Socioeducativas, onde os pais dos menores em acompanhamento pelo Centro, se fizeram presente para falarem sobre a importância da família, no acompanhamento do processo que requer paciência e atenção.

A frente do Grupo temos as técnicas de referência: Pedagoga Carmem Lúcia, Orientadora Social Dayseane Queiroz e Assistente Social Marcia Liane.
Em outro momento, foi realizado o encontro das Mulheres do Grupo de Violência Doméstica, com o objetivo, de fazer com que as mulheres superem suas vulnerabilidades, na ocasião se reuniram no salão do Centro e assistiram a palestra das Assistentes sociais Natália Pascoal, Jônica Rodrigues e a pedagoga Caroline Sousa, que exibiram um vídeo motivacional, no final foram agraciadas com maquiagem com o antes e o depois, com direito a sorteios de brindes as mulheres presentes, acompanhados de um delicioso lanche.
A partir da escuta do caso, o CREAS encaminha a mulher para a rede socioassistencial, defesa de direitos e das demais políticas públicas para ser auxiliada e permanece no monitoramento e atendimento do caso. Nem sempre a violência detectada é a doméstica, pode variar entre as outras tipificadas pela Lei Maria da Penha como a patrimonial, sexual, moral e psicológica.
Conforme a Coordenadora do CRAS à Psicóloga Mayara Vasconcelos “A ação tem como objetivo ampliar as intervenções técnicas dos profissionais da Assistência Social e proporcionar um espaço de vivências para mulheres usuárias do serviço”.

{gallery}2019/conteudo/artigo/semtraps/05/30/02{/gallery}

ASCOM SEMTRAPS.
Unidos para fazer o melhor.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

 

Skip to content