Almoço com comida caseira, variada, feita com carinho e agradecimento. Autoridades e agricultores confraternizando, falando sobre colheita e dos trabalhos sérios que a Prefeitura realiza no campo. Parecia uma reunião de família.

Assim foi o encontro entre o prefeito Raimundo de Oliveira, o vice Mário Junior, agricultores da colônia do Montenegro e técnicos do Instituto de Terras do Pará (Iterpa) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), no Km 18 da rodovia Dom Eliseu, para celebrar a conquista da aplicação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) na região. O encontro foi articulado pela A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) e, ali, o prefeito Raimundão anunciou a chegada de 10 novos tratores para Bragança.

O CAR é um instrumento definido em âmbito nacional pelo Código Florestal (Lei 12.651/2012) com o objetivo de criar um registro de todos os imóveis rurais no país, integrando as informações ambientais em uma base de dados para viabilizar a regularização ambiental dos imóveis rurais e garantir o controle, monitoramento e combate ao desmatamento no Brasil, assegurando o direito de propriedade aos colonos, trabalho que, em Bragança, está sendo desenvolvido pela SEMMA, em parceria com o Iterpa e a Emater, na região da colônia do Montenegro.

A reunião se deu na residência do casal dona Bete e seu Claudemir, que serviu um almoço à sombra de um arvoredo, onde todos conversaram sobre os avanços conquistados na questão da regularização territorial, naquela região. Após a refeição, chegou o momento dos pronunciamentos, que começaram a palavra do presidente da Câmara Municipal de Bragança, vereador Gleydson Miranda, que parabenizou o prefeito, o vice e o secretário municipal de Meio Ambiente, Lauro Cordeiro, pelo sucesso do investimento. “Isso que está sendo feito será determinante não somente para esses colonos que estão aqui reivindicando o seu pedaço de terra para trabalhas, mas para os filhos e netos dele que já terão suas terras garantidas”.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bragança, Manoel da Costa, falou em nome dos seus colegas de profissão, agradecendo ao trabalho realizado. “Ficamos felizes quando vemos o sorriso no rosto dos agricultores, por conta dos benefícios adquiridos. A intenção é avançar nas ações em parceria com a prefeitura, o Iterpa e a Emater, para termos garantida a segurança de nossas famílias”.

Os agricultores presentes vibraram de maneira mais efusiva quando a técnica do Iterpa Gleice Albuquerque foi convidada a se pronunciar e ela retribuiu o calor humano falando da grandiosidade dos colonos do Montenegro. “Quero deixar bem claro que, se esse trabalho está tendo resultado positivos, deve-se primeiramente a vocês, agricultores, que tanto têm colaborado para o desempenho do nosso serviço. A boa vontade de vocês em cooperar com o nosso trabalho nos deixa cada vez mais entusiasmados a cumprir as nossas tarefas”.
O secretário municipal de Agricultura, Aleno Miranda, incrementou ainda mais a ação, anunciando que a secretaria de Agricultura também realiza regularização territorial, obedecendo a todos os requisitos oficiais. “Além da Semma, a secretaria de Agricultura está fazendo CAR gratuitamente. É só ir até a Secretaria que nós agendamos a programação do processo e damos todo o apoio técnico”, garantiu o secretário.

Dr. Mário Júnior, que aproveitou a ida ao Km 18 para visitar as obras de ampliação da Unidade Básica de Saúde da comunidade, comunicou que a construção será intensificada e também que a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará em breve uma ambulância, que ficará em Nova Canindé, para atender aos moradores da colônia do Montenegro. Depois, o vice-prefeito falou da alegria de ver a satisfação dos agricultores por estarem em processo de legalização das terras que trabalham há muitos anos. “Esse é um momento histórico para cada um de vocês, porque significa a realização de um sonho antigo e que será realizado de forma definitiva. E, como falou a técnica do Iterpa, graças ao grande empenho de vocês. Parabéns”, concluiu Mário Júnior.

Em meio ao clima de plena satisfação, quem também transparecia muita alegria era o prefeito Raimundão, que começou sua fala dizendo que não tinha palavras para agradecer tanto carinho e amizade de todos os presentes, especialmente do casal que recebeu tão bem a todos. Em seguida, o prefeito falou sobre a valorização de cada profissão, sob o ponto de vista que todas devem ser honradas, e salientou a importância da missão do agricultor.

“Os agricultores são a fonte da nossa alimentação. Nós vamos à feira comprar milho, farinha, macaxeira, mas não é necessariamente a pessoa que está vendendo que produziu aquilo”, lembrou o prefeito. “A fonte do alimento é o agricultor, é ele que gera o produto. Portanto, nós temos a obrigação de assegurar condições de trabalho a essas pessoas”.

Em seguida, Raimundão deu uma informação que levou os agricultores ao ápice da alegria: “Bragança estará recebendo 10 tratores, muito em breve. Esses tratores serão para atender aos agricultores. Vocês merecem”, encerrou seu pronunciamento, sob o aplausos dos presentes.

Quem encerrou os pronunciamentos foi o secretário Lauro Cordeiro, do Meio Ambiente, anfitrião do encontro. Ele agradeceu a parceria com a Emater e o Iterpa e garantiu que o próximo encontro será para comemorar a conclusão do trabalho, quando todos estarão com seus títulos regularizados. “Estamos trabalhando para isso e vamos conseguir. Podem contar com a gente”, concluiu.

{gallery}conteudo/artigo/diversas/confraternizacao_titulos_terra_montenegro{/gallery}

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

 

Skip to content