Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

ENCONTROS REGIONAIS DISCUTEM DESAFIOS DA APRENDIZAGEM

  • Publicado: Terça, 13 de Agosto de 2019, 14h13
  • Última atualização em Terça, 13 de Agosto de 2019, 15h34
  • Acessos: 499

0102

 

 

 

A Coordenadora da UNCME/Pa, professora Nazaré Alexandre, está participando de encontros educacionais em várias regiões do Pará, visando o fortalecimento dos Conselhos Municipais de Educação e a implantação dos mesmos nos municípios que ainda não implantaram. Tais encontros tem como tema: Os desafios da educação para a garantia do direito de aprender, os quais seguem:

Marabá

Mais de 200 educadores da mesorregião sudeste do Pará participaram do primeiro dia I Encontro Regional de Educação. O evento aconteceu no Centro de Convenções de Marabá. Com o tema "os desafios da educação paraense e a garantia do direito de aprender", o evento busca caracterizar o cenário educacional no estado, suscitando reflexões, proposições sem estabelecendo laços de colaboração acerca dos desafios à serem vencidos. 

 A abertura contou com a participação de diversas autoridades, entre as quais o senador Zequinha Marinho; o secretário Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará, João Chamon; o presidente da Câmara Municipal de Marabá, Pedro Corrêa; o representante da Prefeitura de Marabá, Valmor Costa; a vice-presidente do Conselho Estadual de Educação, Beatriz Padovani; da coordenadora estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais  (Uncme), Maria de Nazaré Reis Alexandre; da secretaria adjunta de ensino da Seduc, Ana Paula Renato, além de secretários municipais de educação de diversos municípios. 

03

04

05

Santarém

Cerca de 200 educadores de 20 municípios da região oeste do Pará definiram conjuntamente as prioridades e os desafios a serem vencidos nos próximos quatro anos para construir uma agenda de aprendizagem na região. Gestores das UREs, diretores e técnicos de escola identificaram os entraves a serem superados a curto e médio prazos para que os indicadores educacionais de cada município possam ser elevados.

Promovido pela Seduc, o evento tem como objetivo caracterizar o cenário educacional suscitando reflexões e proposições para melhorar o ensino. O encontro é voltado para as lideranças escolares, além de secretários municipais de educação. O primeiro ocorreu em Marabá, reunindo os municípios do sudeste paraense, enquanto que o próximo acontecerá em Bragança, para as UREs da região nordeste, nos dias 30 e 31 de maio.

 Conselhos Municipais: O Encontro Regional também foi uma oportunidade para conhecer melhor o funcionamento dos Conselhos Municipais de Educação. A coordenadora regional da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Nazaré Reis, mostrou a importância da atuação dessas entidades, que têm como objetivo normatizar e regularizar as escolas para que elas possam funcionar em plena legalidade. Dos 144 municípios do Pará, apenas 88 possuem CME, destes somente 40 se encontram em pleno funcionamento.  “Os prefeitos ainda olham os conselhos municipais como um gasto a mais no orçamento e mais uma forma de fiscalização, quando na verdade são uma entidade colaborativa para o aperfeiçoamento da educação no próprio município”, esclareceu Nazaré. Segundo ela, a Uncme pode auxiliar as prefeituras tanto na implementação quanto na regulação dos CME. “O município que não implantar seu conselho pode ser notificado pelo Ministério Público do Pará”, lembra.

06

07

Bragança

Encontro Regional em Bragança discute agenda da aprendizagem na região nordeste do Pará.

A terceira edição do Encontro Regional em Bragança propôs a construção de uma agenda da aprendizagem específica para a região nordeste do Pará. Educadores da região Bragantina discutiram durante dois dias os desafios para a requalificação das políticas públicas para uma educação inclusiva. O Encontro Regional vem acontecendo em cada uma das regiões do Estado do Pará. A promoção é da Seduc em parceria com outras instituições, como Undime e UNCME. Na pauta, os desafios a serem vencidos para uma educação inclusiva com foco na garantia de aprender.

O Encontro Regional em Bragança também foi uma oportunidade para conhecer melhor o funcionamento dos Conselhos Municipais de Educação. A coordenadora regional da UNCME, mostrou a importância da atuação dessas entidades, que têm como objetivo normatizar e regularizar as escolas para que elas possam funcionar em plena legalidade.

08

0910

Belém

O ponto de partida da agenda da aprendizagem no Estado do Pará deve ser a educação humanizada. A afirmação é da secretária de estado de educação Leila Freire, durante a abertura do I Encontro Regional de Educação – Polo Belém II. O evento aconteceu nesta terça e quarta-feira, no auditório da Unama, em Belém, e reuniu mais de 300 educadores de USEs e UREs de 26 municípios paraenses. O Encontro também já percorreu as regiões sudeste, oeste e nordeste do Pará. Durante o evento, a Coordenadora da UNCME/PA apresentou a importância da implementação dos Conselhos Municipais de Educação, objetivando a normatização e regularização das escolas, para que funcionem dentro do que pede a legislação vigente.

11

12

13

Desse modo, no decorrer de todo o primeiro semestre de 2019, a coordenação da UNCME/PA teve a oportunidade de conhecer 80% dos municípios paraenses, levando o incentivo para o fortalecimento e implementação dos conselhos municipais de educação, através de assessoramentos, saneamento de dúvidas e aumentando o número de filiações na UNCME nacional.

registrado em:
Fim do conteúdo da página