Com o tema sobre valorização da vida, a Prefeitura de Bragança, através da Secretaria de Saúde, por meio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS II e CAPS AD), abriu na manhã desta terça-feira (12), o Setembro Amarelo, mês de campanha de prevenção ao suicídio.

O evento aconteceu no auditório da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e contou com as equipes multiprofissionais dos CAPS II e AD e também do grupo de teatro da escola de formação Profissional em Técnicos em enfermagem da FEPE que encenou uma peça alusiva ao tema, além de palestras motivacionais aos usuários dos programas.

Em geral, a vontade de acabar com a própria vida é provocada pela falta absoluta de perspectiva e uma enorme sensação de desamparo e angústia. O que não se destaca é que, na maioria dos casos, o radical desejo é gerado por um quadro de transtorno mental tratável, como depressão, transtorno bipolar afetivo, esquizofrenia, quadros psicóticos graves e transtornos de personalidade. Comentou a psicóloga Mônica Castro, coordenadora do CAPS II.

Para o vice-prefeito e secretário de saúde, Dr. Mário Ribeiro Jr., a campanha do Setembro Amarelo é de extrema importância, e o foco no município é resgatar a valorização a vida. “Além de se tratar este assunto com carinho, tem que ser tratado com prioridade. Pois, temos que apoiar as pessoas ao nosso redor. Dizer sim à vida é viver a alegria de servir, e também de amar uns aos outros com nossos defeitos e qualidades”. Disse Dr. Mário Jr.

Todas as Unidades de Saúde do município por meio dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF, estão prontas a atender qualquer pessoa que necessitem de orientação e o devido encaminhamento aos CAPS.

ASCOM / PMB

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

 

Skip to content