Ir direto para menu de acessibilidade.
COMUNICADO - FOPAG: INFORMAMOS QUE O PERÍODO PARA DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA VAI ATÉ O DIA 28/04/2017. LEMBRAMOS QUE AS PESSOAS QUE RECEBERAM A PARTIR DE R$ 28.559,70 EM 2016 PRECISAM FAZER DECLARAÇÃO.MAIS INFORMAÇÃO CLIQUE AQUI
Página inicial > Últimas Notícias > Feira do Pescado Bragantino oferece produtos por preços acessíveis à população
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Feira do Pescado Bragantino oferece produtos por preços acessíveis à população

  • Publicado: Quarta, 12 de Abril de 2017, 11h47
  • Última atualização em Quarta, 12 de Abril de 2017, 14h00
imagem sem descrição.

Com o objetivo de garantir o abastecimento de pescado e equilibrar os preços dos produtos durante a Semana Santa, a Prefeitura de Bragança, através da Secretaria de Economia e Pesca, realiza a Feira do Pescado Bragantino nesta quarta e quinta-feira, 12 e 13 de abril. Cerca de 2,5 toneladas de pescado, além de ostra, caranguejo, camarão e produtos da agricultura familiar foram colocadas à venda neste primeiro dia com a devida inspeção Sanitária do município.

Nas dependências da Feira da Agricultura Familiar localizada no centro comercial da cidade, a Feira do Pescado Bragantino foi aberta nesta manhã de quarta-feira (12), com a presença do prefeito Raimundo de Oliveira, do Vice e secretário de Saúde, Dr. Mário Jr., dos secretários: Eloy de Araújo (Pesca), Tatyana Rodrigues (Finanças), Marcely Castanho (Planejamento), além do vereador Charlão.

Segundo o secretário de pesca, Eloy de Araújo, os produtos comercializados são peixes do mar em parceria com a empresa G.Pesca e de cativeiro, provenientes de produtores locais, camarões regionais, caranguejos in natura e beneficiados pela empresa Filé do Mangue (Vila do Treme) e de ostras de Nova Olinda (Augusto Correa), em parceria com a Agromar.

Este ano, os preços praticados na Feira do Pescado Bragantino estão em média 30% mais baixos do que os praticados no mercado. O evento tem o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e parceiros locais como parte da estratégia de assegurar que a população, especialmente a de baixa renda, possa comprar pescado a um preço mais acessível.

ASCOM – PMB

registrado em:
Fim do conteúdo da página